coliseu-roma-exterior

O que fazer em Roma

Procurando o que fazer em Roma? Confira neste post dicas das principais atrações da capital italiana.

Roma é uma das cidades mais antigas da Europa, com sua fundação datada de 753 a.C. Também é considerada uma das mais importantes cidades para a história da humanidade, devido a contribuição cultural e desenvolvimento da sociedade ao longo de sua história.

Por ser uma cidade histórica, possui muitas edificações antigas que retratam o passado misturado com o presente. Muitas das atrações permitem voltar no tempo, aos primórdios do Império Romano, transformando a cidade num museu a céu aberto.

A melhor maneira de conhecer Roma é a pé, para descobrir todos os encantos que ela reserva. Vejamos as atrações mais importantes.

Colosseo

Localizado na área central de Roma, o Coliseu teve sua construção concluída em 80 d.C. Por sua construção e posteriores alterações terem ocorrido durante o governo dos três imperadores da dinastia flaviana, é também conhecido como Anfiteatro Flaviano.

coliseu-roma
A parte externa do Coliseu

Construído com concreto e areia, o Coliseu tinha capacidade estimada em 50 a 80 mil espectadores. Foi usado como palco no combate de gladiadores, espetáculos públicos e encenações, permanecendo ativo por 500 anos.

A partir do século VI sofreu com terremotos, saques e bombardeios de guerra, resistindo aos danos no decorrer dos anos.

coliseu-interior
A parte interna

Hoje o Coliseu é uma das atrações mais visitadas de Roma e, em 2007, foi eleito como uma das sete maravilhas do mundo moderno. Durante a visita a edificação você verá vestígios das antigas arquibancadas e galerias usadas em seu ápice, e com o auxílio de um áudio guia conhecer sua história.

Horário de funcionamento: das 8:30h às 16:30/18:30 (o horário de fechamento varia conforme a época do ano).

Ingresso: 12 euros, incluindo também a entrada no Foro Romano e Palatino. O áudio guia é pago à parte.

Foro Romano/Palatino

O Fórum Romano é uma área arqueológica próxima ao Coliseu. Ali estão as ruínas de diversas edificações públicas e que formavam o centro comercial da Roma Imperial.

No Fórum ocorriam discursos, cerimônias, eleições, julgamentos e todo o tipo de encontro da vida pública da época. Próximo do local também havia muitos templos e estátuas em homenagem aos grandes homens.

fórum-romano-roma
Fórum Romano

Já o Monte Palatino é uma colina acima do Fórum Romano, onde os palácios imperiais passaram a ser construídos na época do imperador Augusto. Seu nome é a origem etimológica para a palavra “palácio”.

Segunda uma lenda antiga, a loba Luperca, que amamentou Rômulo e Remo, vivia no monte Palatino, e ali surgiu a primeira base de Roma. Atualmente o local possui ruínas de diversos palácios e templos da Roma antiga.

O ingresso para visitar os dois locais é o mesmo utilizado para visitar o Coliseu, sendo que também possuem o mesmo horário de funcionamento.

Monumento Nazionale a Vittorio Emanuele II

O Monumento a Vítor Emanuel II foi inaugurado em 1911 em honra ao primeiro rei da Itália, Vítor Emanuel II. Feito em puro mármore branco, foi projetado por Giuseppe Sacconi em 1885.

Chama a atenção por sua grandiosidade, com uma escadaria ao centro, fontes nas laterais e uma grande estátua de Vítor Emanuel montado em um cavalo.

monumento-vitorio-emanuele-roma
Monumento Vítor Emanuel II

A base do monumento abriga o Museu do Ressurgimento, dedicado a unificação da Itália. Também há um elevador de acesso para um terraço panorâmico, com vista para a cidade. A entrada ao monumento é gratuita e o acesso ao elevador custa 7 euros.

Piazza del Campidoglio

Próximo ao Monumento a Vítor Emanuel está a Praça do Capitólio. Situada sobre o Monte Capitolino, a Praça foi sede do Senado na Roma Antiga e local de vários santuários. Durante o Renascimento, foi redesenhada por Michelângelo a pedido do Papa Paulo III.

Na época, o centro político era a Basílica de São Pedro, logo, a praça foi redesenhada voltando sua escadaria principal para esta. Antes estava voltada para o Fórum Romano, no lado oposto.

No centro da praça foi instalada uma grande estátua de Marco Aurélio feita em bronze. A estátua atual é uma réplica, estando a original no Palácio dos Conservadores, um dos prédios do Museu Capitolino situado no entorno da praça.

Piazza del Popolo

A Praça do Povo era a entrada da cidade nos tempos do Império Romano. Hoje se configura numa grande área de trânsito de pedestres e de realização de eventos e manifestos.

Em sua entrada estão duas igrejas “gêmeas”, a Santa Maria in Montesanto (1675) e Santa Maria dei Miracoli (1678).

Ao centro da Praça, há um grande obelisco egípcio, o Obelisco Flaminio, ali colocado em 1589. Anteriormente o obelisco ficava no Circo Máximo, desde o ano 10 a.C.

Piazza di Spagna

Outra famosa Praça de Roma é a Praça da Espanha, que recebe este nome devido a localização da embaixada espanhola na praça desde o século XVII.

Destaca-se a escadaria de 135 degraus até a igreja Trinitá dei Monti, construída no século XVIII e palco de desfiles de moda.

Ao centro da praça está a Fontana della Barcaccia, obra de Pietro e Gian Bernini, concluída em 1627.

piazza-spagna-roma
Piazza di Spagna

Fontana di Trevi

A Fontana di Trevi possui 26 metros de altura por 20 metros de largura, sendo a maior fonte em estilo barroco da Itália.

Sua origem remonta do século 19 a.C., quando a Fontana constituía o final de um aqueduto que ficava no cruzamento de três estradas (em italiano tre vie). Daí vem o nome Fontana di Trevi.

No Renascimento, foi construída uma pequena fonte no local a pedido do papa Nicolau V. Após a realização de uma competição para o novo projeto da fonte em 1730, a versão atual da fonte foi concluída em 1762. A obra foi de Nicolau Salvi, concluída por Giuseppe Pannini.

fontana-di-trevi
A fontana a noite

Existe um mito de que se você jogar uma moeda na fonte irá voltar para Roma, se jogar duas irá encontrar um amor italiano e se jogar três irá se casar. O mito surgiu após o filme “ A Fonte dos desejos” de 1954. Para você ter ideia, a cada ano são retirados cerca de 1 milhão de euros em moedas da fonte.

Fórum de Trajano

O Fórum de Trajano foi um dos últimos fóruns imperiais erguidos em Roma, construído entre os anos 106 e 112 d.C., em homenagem ao imperador Trajano.

fórum-trajano-roma
A coluna de Trajano ainda intacta

Na época tratava-se de uma construção monumental, com vários edifícios que incluíam templos, mercados, bibliotecas, entre outros. Hoje restam apenas a coluna de Trajano e parte dos mercados, cercados por ruínas.

Vaticano

O Vaticano é uma Cidade-Estado desde 1929, e sede da Igreja Católica. Seu território trata-se de uma cidade murada dentro dos limites de Roma, com mil habitantes, configurando o menor país do mundo.

Encontra-se mais afastada da área central de Roma, mas você pode chegar até lá com a linha A do metrô.

As principais atrações a visitar no Vaticano são a Basílica de São Pedro, Necrópole, Capela Sistina e Museu do Vaticano.

Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro é o maior e mais importante templo do catolicismo. Inaugurada em 1626, recebeu contribuições de grandes artistas e é considerada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. A visita ao interior da basílica é gratuita, mas normalmente as filas são imensas, se estendendo pela Praça São Pedro.

basílica-são-pedro-vaticano
A Basílica de São Pedro

Na Praça São Pedro ocorre às quartas-feiras a Audiência Papal, uma missa celebrada pelo Papa às 10:30h. Para participar você precisa solicitar um convite para o Vaticano AQUI com antecedência de alguns meses. O convite é gratuito.

Aos domingos o Papa faz uma aparição ao meio-dia numa janela do prédio a direita da Basílica de São Pedro. Neste dia ele faz uma benção de alguns minutos.

interior-basílica-são-pedro
A parte interna da Basílica

Necrópole

A Necrópole é um antigo cemitério romano que se encontra no subterrâneo do Vaticano. Durante a visita, um guia conta toda a história do lugar, passando pelos túneis, pela tumba de São Pedro, pelos túmulos dos Papas e finalizando a visita na Basílica de São Pedro.

A visita tem que ser agendada com antecedência (unas 2 a 3 meses antes), através do site do Ufficio Scavi. Ali você coloca sua disponibilidade de datas e idioma desejado (há visitas em português), e eles irão te responder com os horários disponíveis. Eu consegui um grupo em Português, e o padre que guiou a visita era brasileiro.

A visita vale muito a pena pela explicação histórica e também é uma forma de evitar filas para entrar na Basílica de São Pedro, já que ali é o ponto final. O valor do ingresso é de 13 euros.

PS: não é permitido tirar fotografias durante o trajeto pelos túneis.

Capela Sistina

Situada no Palácio Apostólico, a Capela Sistina recebeu este nome em homenagem ao papa Sisto IV. Foi concluída em 1481 com afrescos dos maiores artistas da Renascença, como Michelangelo e Botticelli.

É a residência oficial do Papa e local onde se realiza o conclave, processo de escolha do novo papa.

Museus do Vaticano

Constituem diversos museus e espaços que guardam obras e relíquias colecionadas pelos pontífices ao longo dos anos. Inaugurado em 1503, com o passar dos anos foi aumentado sua coleção até se tornar uma das maiores do mundo.

O ingresso custa 16 euros, com o qual você também acessa a Capela Sistina.

entrada-museu-vaticano
Museu do Vaticano – entrada

Castelo de Sant’Angelo

Situado próximo ao Vaticano, às margens do rio Tibre, o Castelo de Santo Ângelo tem sua história iniciada em 135, com a construção de um Mausoléu familiar pelo imperador Adriano. Em 403 tornou-se um edifício militar, compondo a Muralha Aureliana.

Em 590, o Papa Gregório I alegou ter tido uma visão do Arcanjo São Miguel sobre o castelo, indicando o fim de uma epidemia de peste. Então foi colocada a imagem de um anjo sobre a fortificação como símbolo da aparição.

Hoje é possível visitar o Castelo, onde há 5 andares com salas diversas, antigas celas de prisioneiros e um terraço com vista panorâmica. O ingresso custa 10 euros.

Essas são as principais atrações de Roma. Gostou das dicas? Deixe seus comentários aqui abaixo.


Precisando de hospedagem? Clique AQUI e encontre a melhor opção para você no Booking.com .


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *